O que é blefaroplastia?

A blefaroplastia, popularmente conhecida como cirurgia das pálpebras, é um procedimento estético que visa remover o excesso de pele e gordura das pálpebras, resultando no rejuvenescimento na área ao redor dos olhos.

 

blefaroplastia em orientais

Foto: Imagem de Freepik

A blefaroplastia é diferente em pacientes com etnia asiática e não-asiática?

A principal diferença na blefaroplastia entre orientais e não orientais reside na anatomia palpebral. Muitos indivíduos de ascendência oriental não possuem a prega (“dobrinha”) palpebral definida ou apresentam pregas de alturas diferentes ou somente em um dos lados. Nos pacientes que não possuem a dobrinha, caso desejem, esta pode ser confeccionada cirurgicamente durante a blefaroplastia.

Além disso, há diferenças na espessura da pele e na quantidade e camadas de gordura entre pálpebras asiáticas e não asiáticas. Assim, é imprescindível que o(a) cirurgião(ã) tenha perfeito conhecimento da anatomia em pálpebras asiáticas para que os resultados da cirurgia sejam os mais naturais possíveis.

Existem diferenças no pós-operatório na blefaroplastia em orientais?

Sim, o processo de cicatrização em asiáticos é mais demorado. Por isso, a cicatriz leva um pouco mais de tempo para atenuar. Além disso, o inchaço demora mais para diminuir.

Vou perder meus traços orientais se fizer a blefaroplastia?

Não, desde que você realize a sua cirurgia com um(a) cirurgião(ã) com experiência em pálpebras orientais. O objetivo da cirurgia é rejuvenescer a região ao redor dos olhos, mantendo as suas características étnicas.


Leia também:


Acompanhe a SBCPO nas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube

Dra. Midori Osaki

Dra. Midori Osaki

CRM-SP 38.981 - RQE 39.085

Presidente da SBCPO (2022-2023). Professora Afiliada do Departamento de Oftalmologia da UNIFESP / EPM. Chefe do Setor de Oculoplástica do Departamento de Oftalmologia da UNIFESP / EPM (2005-2016). Doutorado pela UNIFESP.