A pálpebra inferior num indivíduo jovem é caracterizada por uma transição suave entre a pálpebra e o terço médio da face. Com a idade, as bolsas de gordura tornam-se evidentes na pálpebra inferior e passa-se a observar uma deformidade em dupla convexidade na transição entre a pálpebra inferior e o terço médio facial. Nestes casos, é indicada a blefaroplastia inferior por via transconjuntival.

O que é blefaroplastia inferior?

A blefaroplastia inferior é a cirurgia que visa melhorar a estética da pálpebra inferior, diminuindo a proeminência das bolsas de gordura. Atualmente, a blefaroplastia inferior por via transconjuntival é a técnica de preferência de muitos cirurgiões.

Muitos pacientes apresentam somente bolsas de gordura evidentes, sem excesso de pele na pálpebra inferior. Nestes casos, a blefaroplastia inferior por via transconjuntival é a técnica ideal, pois as bolsas de gordura são acessadas internamente, sem a necessidade de incisão na pele, e portanto, sem cicatriz visível no pós-operatório.

Esta técnica pode ser associada à pinch technique, em casos de pacientes que apresentam excesso de pele, e pode ser combinada com a transposição de bolsas de gordura. Procedimentos complementares, como peeling, radiofrequência fracionada ou laser de CO 2 fracionado, também podem ser associados à blefaroplastia transconjuntival, a fim de amenizar linhas e
rugas nessa região.

A individualização do plano de tratamento para cada paciente é fundamental para que se obtenham os melhores resultados e se evitem complicações. Consulte um cirurgião especialista para saber qual(is) o(s) procedimento(s) mais apropriado(s) no seu caso.

Assista o vídeo do nosso canal no YouTube sobre a cirurgia das pálpebras:

 

 

Leia também:

SBCPO

SBCPO

Fundada em 1974, a SBCPO – Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular certifica cirurgiões especialistas em cirurgias palpebrais, vias lacrimais e de órbita.