A cirurgia de confecção da prega palpebral é popularmente conhecida como cirurgia de ocidentalização das pálpebras.

É importante destacar que a anatomia das pálpebras dos indivíduos orientais é variável e difere da anatomia de indivíduos caucasianos. Assim, a confecção da prega palpebral em orientais deve considerar essas diferenças. Cerca de 50% dos indivíduos de ascendência oriental não apresentam a prega palpebral (“dobrinha” da pálpebra). Esta porcentagem varia de acordo com a região e alguns indivíduos apresentam a prega, porém numa altura mais baixa que a desejada ou de forma assimétrica. Este procedimento pode ser realizado em indivíduos que não apresentam a prega palpebral, naqueles que apresentam prega pouco evidente e também naqueles que desejam melhorar a simetria palpebral.

A prega palpebral pode ser confeccionada por meio de várias técnicas, desde técnicas com incisões mínimas até técnica incisional clássica. Se houver excesso de pele na pálpebra superior, pode-se associar a blefaroplastia superior (remoção do excesso de pele) à confecção da prega palpebral. A cirurgia é realizada sob anestesia local e sedação. O paciente deve discutir com o cirurgião sobre as características (altura, formato) desejadas para as pregas das pálpebras. A indicação da técnica dependerá de uma avaliação individualizada de cada paciente. Consulte um cirurgião especialista e com experiência em lidar com
pálpebras orientais.

 

SBCPO

Dra. Midori Osaki

Dra. Midori Osaki

Oftalmologista - SP 38981

Midori Hentona Osaki Chefe do Setor de Oculoplástica do Departamento de Oftalmologia e Ciências Visuais da Escola Paulista de Medicina/ Universidade Federal de São Paulo – EPM/ UNIFESP (2005-2016). Secretária da SBCPO (gestão 2015-2017); Secretária-Adjunta da SBCPO (gestão 2017-2019); Membro das Sociedades Brasileira (SBCPO), Americana (ASOPRS) e Ásia-Pacífico de Oculoplástica (APSOPRS). www.osakioftalmologia.com.br