Inicialmente é de fundamental importância estabelecermos o conceito de supercílios e pálpebras como uma única unidade estética.Ou seja, sempre que formos avaliar as pálpebras superiores precisamos , antes de mais nada, verificar a posição superciliar. Muitas vezes o excesso de pele encontrado nas pálpebras superiores é consequência de uma ptose (queda )superciliar. Logo,nestes casos se as sobrancelhas não forem reposicionadas juntamente com a cirurgia de dermatocalaze (remoção do excesso de pele palpebral ) estaremos possivelmente diante de um resultado cirúrgico insatisfatório.

Faz-se necessário também tecer algumas considerações anatômicas.

1.As sobrancelhas masculinas são mais horizontais, repousando ao nível do rebordo orbitário superior. Já as femininas são mais arqueadas, posicionando-se acima do rebordo orbitário superior.Tendo sua porção final (cauda)mais elevada que a parte inicial (cabeça )

2.A cauda da sobrancelha, normalmente, é o primeiro segmento a baixar.Pois nesta área já não existe o músculo frontal.Estrutura importante na suspensão da mesma.

3.Há uma desproporção de forças que elevam e que baixam as sobrancelhas.O músculo frontal atua na elevação e os músculos corrugadores, procerus, depressores da cabeça do supercílios, músculo orbicular dos olhos atuam deprimindo esta estrutura.Além do efeito da gravidade e senilidade.

A suspensão superciliar pode ser realizada através de procedimentos minimamente invasivos ou através das cirurgias propriamente ditas. É importante o conhecimento de todas elas para que se possa indicar aquela que se adeque melhor a realidade do paciente.

Procedimentos minimamente invasivos:

1.Toxina botulínica.Indicada para ptoses leves de cauda de supercílios

2.Preenchimentos.Indicada para potes leves de supercílios e atrofia da região temporal superior

3.Fios de Dermosustentação. Ptoses leves .Efeito de tração mais estímulo de colágeno.

Cirurgias:

1.Suspensão direta(Castanhares ). Indicado em pacientes com assimetria de sobrancelhas, idosos, sobrancelhas com muitos pêlos, presença de rugas estáticas na região periocular.Tem com fator limitador a cicatriz.Já que o corte situa-se logo acima das sobrancelhas. Uma variante desta técnica seria fazer a incisão(corte) cirúrgica mais restrito a cauda da sobrancelha e desta forma diminuir a cicatriz.

2.Superciliopexia Interna. Indicado nos casos de ptose (quedas )leves dos supercílios e quando se deseja um procedimento de sustentação e não tanto suspensão. Faz-se a fixação superciliar acima do rebordo orbitário superior, aproveitando a própria incisão da blefaroplastia.

3.Superciliopexia Externa. Indicado em paciente calvos,ptose leve a moderada das sobrancelhas e nas pessoas que aceitam uma cicatriz de pequeno porte nesta região. Faz-se um corte de aproximadamente 1,0 cm, logo acima das sobrancelhas ,e através desta passa-se uma sutura suspendendo o supercilio.

4.Frontoplastia(Incisões limitadas). Indicado na maioria dos pacientes com ptose superciliar.Faz-se o reposicionamento das sobrancelhas através de pequenos cortes no couro cabeludo. A partir dos quais descola-se periósteo e corta-se o ligamento orbital.Pode ser realizada sob visão direta ou com auxilio de endoscópio.
4.1Frontoplastia (via coronal). Incisão acometendo toda a sutura coronal .Consegue-se de forma duradoura o reposicionamento de todo o terço superior da face.No entanto, apresenta inconvenientes como: tamanho do corte, tempo cirúrgico ,áreas de alopécia, perda de sensibilidade ,etc. O que tem a tornado cada vez menos frequente nas preferências dos colegas cirurgiões.

5.Lift pré-triquial. Indicada para pacientes com fronte longa.Faz-se uma incisão(corte) paralela a primeira implantação capilar(cabelos) , acometendo praticamente toda a extensão da fronte.Na região frontal, trabalha-se no plano supraperiosteal e na região lateral ,trabalha-se rente a lâmina profunda da fáscia temporal.O descolamento é realizado até rebordo orbitaria superior. Uma variante desta técnica é a incisão subcutânea.Na qual a dissecção é realizada pelo plano subcutâneo.

 

SBCPO

Rubem Augusto Fontes de Lima

Rubem Augusto Fontes de Lima

Plástico Ocular do HOPE(Hospital de Olhos de Pernambuco )Preceptor da residência e do curso de especialização em oftalmologia da FAV(Fundação Altino VenturaHOPE - Hospital de olhos de Pernambucohttps://www.hope.com.br/ @rubemoculoplastica