Para o médico oftalmologista Eduardo Jorge Carneiro Soares, fundador e membro honorário da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular, a criação da SBCPO representa a vida, a história e a herança da Sociedade. “O seu nascimento foi a realização do sonho dos fundadores. Após a criação, reverenciamos o trabalho árduo para manter a sua saúde e prover seu crescimento”, diz, enfatizando que, assim como os pais educam seus filhos, a história da Sociedade atesta a dedicação dos pioneiros para desenvolver, transmitir conhecimentos e plasmar com exemplos o caráter humanístico e sublime da especialidade. “Sempre irmanados, lutaram com a força da união para manter a família sempre coesa e solidária: Pálpebras, Vias Lacrimais e Órbita caminharam juntas com a família, agora enriquecida pela Cosmética”, destaca.

Na opinião do especialista, essa herança é o orgulho da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular, Soares conta que a história da especialidade no Brasil teve início com a criação, em 1966, do Serviço de Cirurgia Plástica Ocular da Clínica Oftalmológica da Faculdade de Medicina da UFMG (Hospital São Geraldo): foi o primeiro serviço a ensinar a Plástica Ocular como parte curricular da formação do oftalmologista. “Tive o privilégio de criar e chefiar esse Serviço durante 33 anos, formando dezenas de oftalmologistas no Curso de Fellowship de um ano, em dedicação integral.

A fundação da Sociedade em 1974, segundo o médico, nasceu da necessidade de congregar e aperfeiçoar o ensino desta subespecialidade. Atualmente, conta com mais de 600 membros que exercem a Oculoplástica e participam de seus congressos nacionais e internacionais. “Todos os presidentes que me sucederam merecem o louvor das conquistas que colocaram a SBCPO entre as mais conceituadas no Brasil e no exterior. Vejo o momento com entusiasmo e satisfação pelo que tem sido conquistado. No entanto, chamo atenção para a qualidade do ensino de elevado padrão, que é cada dia mais necessário para oferecer aos pacientes excelente atendimento”, enfatiza.

Para o oftalmologista, é fundamental – e urgente – a regulamentação e padronização dos Cursos de Especialização e o incentivo à criação de novos Serviços nas regiões Norte e Nordeste do país, carentes de recursos e docentes. “A sugestão seria a Sociedade criar um Curso Básico não presencial, a ser disponibilizado via internet no ensino a distância”, sugere, destacando que a união fraternal que existe na SBCPO também promove o poder de defesa dos seus interesses, particularmente no que diz respeito aos honorários mais justos e à definição desta área de atuação, problemas crônicos do exercício da profissão. “É constrangedor constatar o quanto a área tem sido invadida e assediada por cirurgiões de outras especialidades. A reforma ética da medicina nacional é tão necessária quanto às reformas política, educacional, tributária, da saúde e de toda a infraestrutura brasileira”, conclui o fundador da SBCPO.

SBCPO

SBCPO

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular