Am J Ophthalmol
2018 Jan;185:48-55. doi: 10.1016/j.ajo.2017.10.021. Epub 2017 Nov 15.
Clinical and Radiological Evaluation of Periocular Infantile Hemangioma Treated With Oral Propranolol: A Case Series
Maria Antonieta Ginguerra, Osmar Saito, José Byron V D Fernandes, Deborah S Castro, Suzana Matayoshi

Este artigo avaliou a evolução clinica e radiológica de pacientes com diagnóstico de Hemangioma Infantil Periocular, submetidos ao tratamento sistêmico com B-bloqueador. Foram acompanhados 9 casos, com lesões perioculares e orbitárias que receberam Propranolol na dose de 3mg/kg/dia, durante 1 ano. Foram analisadas a eficácia clinica e radiológica, através de consultas ambulatoriais, fotografias padronizadas e exame de Ultrassom(USG) Doppler respectivamente, a cada 3 meses. Desta forma pudemos seguir e comparar os parâmetros clínicos da diminuição da lesão com os radiológicos. Na literatura observamos uma certa dificuldade em estabelecer o “timing” da retirada da medicação no tratamento das lesões hemangiomatosas orbitárias, com risco de recidiva. Este estudo confirma o sucesso no tratamento clínico das lesões com uso do Propranolol e propõe de forma inovadora, o uso do Indice de Resistencia Arterial (IR) do USG Doppler, como medida adjuvante na decisão da interrupção do tratamento e retirada da medicação. Objetivamente, durante o uso da medicação, enquanto se verifica no USG Doppler, uma diminuição contínua do volume e densidade vascular da lesão, o IR sofre uma variação, com aumento mantido nos primeiros seis meses, seguido por uma tendência a diminuição. Através da análise dos dados desta redução, se propõe de forma mais segura a interrupção do tratamento. O estudo foi premiado na Disciplina de Oftalmologia HC-FMUSP.

Dra. Maria Antonieta Ginguerra

Dra. Maria Antonieta Ginguerra

Oftalmologista - CRM-SP 90837

Graduação Médica e Residência em Oftalmologia pela FMUSP; atual Assistente Colaboradora do Serviço de Plástica Ocular do Departamento de Oftalmologia do HC-FMUSP.