Osaki TH, Jakobiec FA, Mendoza PR, Lee Y, Fay A. Immunohistochemical investigations of orbital infantile hemangiomas and adult encapsulated cavernous venous lesions (malformation versus hemangioma). Ophthal Plast Reconstr Surg. 2013; 29(3):183-95.

As características imuno-histoquímicas da maioria dos tumores orbitais eram pouco conhecidas. O objetivo deste estudo foi comparar o perfil imuno-histoquímico das duas lesões vasculares orbitais mais comuns: hemangioma infantil (HI) e malformação venosa cavernosa encapsulada (MVCE), também conhecida como hemangioma cavernoso. Vinte tumores orbitais excisados cirurgicamente e diagnosticados clinica e histopatologicamente como hemangiomas infantis (10 casos) e “hemangioma cavernoso” (10 casos) foram avaliados patológica e imuno-histoquimicamente usando as colorações hematoxilina e eosina, azul de Alcian, tricrômio de Masson, GLUT-1, CD31, CD34, D2 -40 e SMA. Todos os casos reagiram fortemente com os marcadores endoteliais tradicionais de vasos sanguíneos CD31 e CD34 e foram negativos para o D2-40, um marcador seletivo para endotélio linfático. Todos os HI foram positivos para GLUT-1 e todas as MVCE foram negativas para GLUT-1. Nosso estudo mostrou diferenças no perfil imuno-histoquímico que distinguem definitivamente os hemangiomas infantis das malformações venosas cavernosas encapsuladas (os chamados hemangiomas cavernosos). Demonstramos ainda que não há participação de endotélio linfático em ambos os tipos de lesão. Este estudo foi escolhido como o melhor estudo publicado da área e foi premiado com o ASOPRS Merrill Reeh Award.

Dra. Tammy Osaki

Dra. Tammy Osaki

Oftalmologista - CRM-SP 122.012

Professora Afiliada e Chefe da Divisão de Oculoplástica, Depto. de Oftalmologia, Universidade Federal de São Paulo. Doutorado pela Universidade Federal de São Paulo. Parte de seu Doutorado foi realizado na Harvard Medical School / MEEI, Boston, EUA.